Reunião de Geisel com o Alto-Comando militar

Durante seu governo, Geisel reuniu em duas ocasiões o Alto-Comando das Forças Armadas, formado pelos ministros militares, pelos chefes dos Estados-Maiores e pelo chefe do Gabinete Militar.

Neste documento está uma transcrição do segundo e último encontro, realizado em 20 de janeiro de 1975, tirado da fita e com pequenas correções feitas na primeira folha pelo próprio presidente.

São 66 páginas. Nas primeiras 27, está a exposição feita por Geisel. A partir daí, o debate que ele incentivou: “Agora, vamos debater. Vocês têm liberdade de expressão”.

A qualidade desse debate talvez explique por que ele não voltou a convocar o Alto-Comando. Não queria mais fazer “pastoral para o Exército”.